Home / O Livreiro / Como foi o início da Realejo Livros

Como foi o início da Realejo Livros

3858217222_935e56e423

A Realejo Livros nasceu como livraria em 2001, dentro da Universidade Católica de Santos. Em 2003 mudou-se para o espaço que hoje os clientes estão acostumados a freqüentar, no coração do Gonzaga. Foi nesta época que o proprietário, o livreiroJosé Luiz Tahan, convidou o escritor José Roberto Torero para tornar-se sócio da Realejo, parceria que encerrou-se em 2005.

O segundo capítulo dessa história teve início em 2006, quando José Luiz decidiu expandir seu trabalho, criando a Realejo Edições.

No final de 2007 foi inaugurada a segunda loja, no Shopping Miramar. Mais tarde, em 2009, inicia-se um novo capítulo na empresa com a estréia do festival internacional de literatura, a Tarrafa Literária. Com inspiração em Paraty e Passo Fundo, cidades que sediam outros grandes eventos literários, a Realejo criou um importante festival que já faz parte do circuito internacional das letras. Prosseguindo na nossa história, achamos mais conveniente redesenharmos as frentes de trabalho da marca Realejo. Encerramos a unidade do Miramar e intensificamos o projeto “Tarrafa” e a editora, que já conta com quase 30 títulos.

Hoje a Realejo traz ao público diversas opções de eventos. Desde o chorinho todas às sextas e também o Realejinho, projeto especialmente voltado para a criançada nas tardes de sábado. Há também diversos cursos promovidos pela livraria, além de dezenas de autores que todos os meses comparecem à loja para sessões de autógrafos e bate-papos com os clientes.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *